Frango melhora vida no interior do PR.


No incio, apenas uma alternativa de diversificao. Hoje, uma das maiores riquezas do estado. Na terra dos gros, o frango assume o papel de protagonista e se consolida como principal motor do desenvolvimento humano paranaense. Socioeconomicamente, o Paran mais dependente da avicultura do que da soja, tradicional carro-chefe da pauta de exportaes do estado. Dos 43 municpios paranaenses que apresentam ndice de Desenvolvimento Humano (IDH) superior mdia estadual, mais de 90% tm avicultura forte e 24 deles figuram entre os 100 maiores plantis de aves do Paran. Nos ltimos dez anos, a safra paranaense de gros avanou cerca de 50%, para pouco mais de 30 milhes de toneladas anuais. J a produo frango mais que dobrou, saltando de 676 mil cabeas abatidas no incio da dcada para quase 1,4 milho na mesma base de comparao. Nas exportaes, a expanso avcola paranaense foi ainda mais significativa, passando de 314 mil toneladas em 2001 para 1,04 milhes de toneladas em 2011 um salto de 230%. Somente com as remessas ao exterior, o setor movimenta atualmente mais de US$ 2 bilhes ao ano, num negcio que envolve uma cadeia longa e complexa que vai muito alm da granja ou da indstria. Da criao de frango ao processamento da carne, o uso de mo de obra intensiva torna a avicultura a maior geradora de empregos e renda do agronegcio paranaense. Milhares de pessoas trabalham em segmentos desconhecidos no meio urbano, como o de produo de ovos frteis, o de distribuio dos pintainhos, o de logstica de transporte. Dinmica e altamente tecnificada, a avicultura demanda tambm uma ampla gama de produtos e servios e faz girar ao seu redor, como verdadeiros satlites, indstrias dos mais diversos portes dedicadas especificamente atividade. Emprego A complexidade dessa cadeia fica evidente em pequenos municpios do interior, como o caso da pequena Cafelndia no Oeste do estado. Dono do nono maior plantel de aves do estado, o municpio com 12 mil habitantes tem um Produto Interno Bruto (PIB) per capita superior a R$ 15 mil por habitante o 7. maior do estado e ocupa a 46. colocao entre os 399 municpios do Paran no ranking estadual de IDH. Boa parte do desempenho atribudo avicultura. Sede da Cooperativa Agrcola Consolata, a Copacol, Cafelndia gira em torno do frango. Uma das primeiras do sistema cooperativo paranaense a investir na industrializao da carne de aves, a cooperativa tem na avicultura o seu principal negcio. Com aproximadamente 60% de seu faturamento proveniente do frango, a Copacol abate atualmente 320 mil aves ao dia e a previso chegar a 480 mil aves/dia no ano que vem. Somente no abatedouro emprega perto de 2,5 mil funcionrios. No campo, integra mais de 800 avicultores e mais de mil avirios. 70% dos nossos cooperados so pequenos produtores e para a maior parte deles a avicultura a principal fonte de renda, revela o presidente Valter Pitol. Renda bimestral faz diferena no meio rural Leomar Casarolli, de Corblia (Oeste), tem quatro avirios e 170 hectares de lavoura na propriedade que mantm em Corblia. Com renda certa a cada 60 dias, a avicultura garante capital de giro para a fazenda. Com o dinheiro dos gros fao uma espcie de poupana para pagar dvidas e investir na modernizao da propriedade, relata. Quando comeamos a criar frango, em 97, tnhamos uma dvida de R$ 7 mil. Em pouco tempo, conseguimos pagar a dvida e hoje at emprestamos dinheiro para os amigos, comemora a avicultora Maria Aparecida Ramos. Junto com o marido, Paulo, e os dois filhos, ela mantm dois avirios na propriedade de 5 hectares que a famlia mantm em Novo Itacolomi (Norte). Com seis avirios e planos para construir novos barraces, a famlia Toniette, de Siqueira Campos (Norte), tambm se diz satisfeita com a atividade. Os trs irmos, Liver, Lourival e Luiz relatam nunca ter tido problema ou prejuzo com o frango. Nem mesmo durante as crises de exportao, refora Charles, filho de Luiz. Sou formado em Administrao, mas para mim invivel sair daqui. Na cidade no d para ganhar o que eu ganho [na avicultura], afirma. Fonte: Jornal Gazeta do Povo, (14/08/2011).



Leia também: