Curitiba sediará seminário de segurança e saúde dos trabalhadores em cooperativas.


Será em Curitiba (PR) o seminário de encerramento do ciclo de debates sobre segurança e medicina no trabalho voltado aos empregados em cooperativas do estado. A iniciativa é da FETRACOOP-Federação dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas do Paraná (filiada à UGT) e de seus sindicatos filiados. Os debates já aconteceram nas cidades de Cascavel, Maringá e Ponta Grossa durante o ano de 2012. O presidente da FETRACOOP e vice-presidente da UGT-PARANÁ, Clair Spanhol adiantou que esse seminário a ser realizado em Curitiba, a exemplo dos anteriores, tem como finalidade reunir técnico s de segurança e medicina no trabalho e profissionais de recursos humanos das diversas categorias de cooperativas, principalmente do setor frigorífico, onde acontecem os maiores índices de acidentes no trabalho. "Temos de manter uma constante aproximação com todos os profissionais envolvidos do setor profissional, patronal e órgãos estaduais. Assim podemos gerar mecanismos de proteção aos trabalhadores, promovendo o bem-estar no ambiente laboral e a diminuição dos acidentes e mortes no local de trabalho", destaca Spanhol. Para o presidente do SINTRACOOSUL - Sindicato dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas da Região Sul e vice-presidente da UGT-PARANÁ Joel Martins, "o setor cooperativista agrega mais de 60 mil trabalhadores no Paraná, e é um dos responsáveis pelo equilíbrio da economia no estado. Empresários e governo têm de estar atentos às nossas especificidades no ambiente de trabalho, e juntos encontrarmos soluções para minimizar ou mesmo acabar com os acidentes de trabalho". Esse seminário em Curitiba irá reunir técnicos de segurança e medicina no trabalho, representantes do governo estadual e empresarial, com apoio da UGT-PARANA e está marcado para os dias 25 e 26 de outubro. "Iniciativas como essas, aproximando opiniões tripartites, mostra o amadurecimento do setor buscando soluções coletivas em prol dos trabalhadores", destacou o presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi. O presidente do SINTRASCOOM-Sindicato dos Trabalhadores em Cooper ativas de Medianeira e Região, Beno Schroder destacou a política de interiorização da FETRACOOP. "Ao promover um ciclo de debates em cidades do interior do estado, a federação mostra a realidade de cada segmento cooperativista. E agora em Curitiba, encerramos um ciclo que muito tem a contribuir para toda classe trabalhadora". Esse seminário de segurança e medicina no trabalho conta com apoio do SINTRACOOSP, SINTRASCOOM, SITRACOOSP e SINTRACOOSUL, (todos filiados à UGT).

Dirigentes sindicais de empregados celetistas em cooperativas preocupados com a questão da segurança e medicina no trabalho. Da esquerda para direita: o presidente do SINTRASCOOM, Beno Schroder, o presidente do SITRACOOSP, José Altair Constantino, o presidente do SINTRACOOSUL, Joel Martins, o presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi  e o presidente da FETRACOOP, Clair Spanhol.




Leia também: