Nova sede da Regional Oeste da UGT-PARANÁ-Estrutura em Cascavel para atender toda região Oeste.


Diversas lideranças sindicais e políticas, principalmente da região oeste do estado do Paraná, prestigiaram a inauguração da sede da Regional Oeste da UGT-PARANÁ, em Cascavel, na manhã de sábado, (23/03). Essa regional foi a primeira a ser criada, há quatro anos, seguindo a política de descentralização da UGT no estado. “Até então a Regional Oeste usava instalações de sindicatos filiados. Mas com as novas diretrizes da UGT-PARANÁ, e com a ampliação do número de sindicatos associados, chegou a hora da regional ter sua própria sede”, adiantou o presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi. Localizada em amplas instalações, no bairro Ciro Nardi, região central, a sede da Regional Oeste além de servir como referência aos dirigentes, passa a oferecer infraestrutura aos sindicalistas da região quando estiverem em Cascavel. Na solenidade de inauguração foram lembrados nomes importantes do sindicalismo paranaense, dentre eles o do companheiro Noraci Nonato, falecido há um ano e meio, vitima de acidente automobilístico. “Esse companheiro foi um dos grandes entusiastas da UGT e um lutador das causas trabalhistas não só da região, mas em todo estado”, lembrou Paulo Rossi. O secretário Nacional de Relações Institucionais da UGT, Miguel Salaberry, representando o presidente nacional da UGT, Ricardo Patah e o deputado federal Roberto Santiago (PSD-SP), que também é vice-presidente nacional da UGT, destacou o trabalho que a central vem fazendo no estado. “A UGT-PARANÁ é exemplo de determinação e modernidade nas relações sindicais. O País vive um momento delicado nas relações trabalhistas e somente com organização vamos conseguir superar as barreiras da burocracia federal”, frisou Salaberry. O dirigente nacional da UGT lembrou ainda que a central está próxima de ser a segunda maior central sindical brasileira em número de sindicatos, com pouco mais de cinco anos de existência e agradeceu a dedicação e empenho dos sindicalistas paranaenses que vêm contribuindo para o fortalecimento da UGT no Brasil. Salaberry, colocou ainda a gabinete do deputado Santiago em Brasília, que recentemente foi eleito para presidir a Comissão do Trabalho e Serviços Públicos da Câmara Federal, à disposição de todos os companheiros e companheiras paranaenses. Por sua vez o presidente da Regional Oeste da UGT-PARANÁ, Antonio Vieira Martins dos Santos, o “Toninho”, lembrou dos vários companheiros e companheiras que auxiliaram no crescimento e fortalecimento da UGT no Paraná. “Contamos com pessoas sérias, comprometidas com a construção de uma central sindical coerente em seus princípios. Hoje, a UGT-PARANÁ agrega diversas categorias profissionais e movimentos sociais”, disse Toninho. Representando as mulheres ugetistas, a companheira Sônia Maria Marchi, tesoureira da Regional Oeste da UGT-PARANÁ e da FESMEPAR - Federação dos Servidores Públicos Municipais do Estado do Paraná (filiada à UGT), destacou o papel importante das mulheres nas decisões da central. “A prática sindical sob a ótica feminina vem contribuindo no crescimento da UGT em todo Brasil. No Paraná, nós mulheres que integramos a direção estadual da UGT, sabemos da importância de estarmos presentes, contribuindo com nossa vivência sindical”, disse Sônia. O secretário nacional para Assuntos dos Trabalhadores em Cooperativas e presidente da FETRACOOP – Federação dos Trabalhadores em Cooperativas no Estado do Paraná (filiada à UGT), companheiro Clair Spanhol, elogiou o trabalho que vem sendo realizado pela UGT no estado. “Temos que parabenizar toda a direção estadual e as direções das regionais da UGT, que com competência e determinação vêm fazendo da UGT, referência para outros estados. Prova disso é a UGT ter se tornado, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, a maior central sindical no Estado do Paraná”, lembrou Spanhol. Para o secretário nacional da UGT para Assuntos da Região Sul, Gladir Basso, que também preside a Federação dos Bancários no Estado do Paraná (filiada à UGT), a descentralização das ações da UGT-PARANÁ tem sido um exemplo que agora está sendo seguido pelas demais entidades no estado, pois a autonomia de cada região faz com que a UGT cresça ainda mais em qualidade e desenvolvimento. “Esta forma de inovação da UGT no Paraná, demonstra que o movimento sindical está se renovando com ideias e projetos em defesa da classe trabalhadora”, disse Gladir. Dentre as lideranças sindicais presentes, destacamos a presença do presidente da Regional Litoral da UGT-PARANÁ, Jaime Ferreira dos Santos, do dirigente da regional Noroeste Audi Mertz, dos vereadores Márcio Costa, de Paranaguá, ‘Dill’ de Cafelândia, (que também são dirigentes da UGT-PARANÁ), do vereador e presidente da Câmara Municipal de Cascavel, Márcio Pacheco, do diretor da agência da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego de Cascavel, Joaquim Ribeiro Júnior, do secretário Nacional Adjunto de Comunicação, João Luiz Riedlinger, do 3º vice-presidente da UGT-PARANÁ, Edionir Piaia, além do grande número de dirigentes de diversas categorias profissionais.

O presidente da FETRACOOP e também do SINTRASCOOP, Clair Spanhol, em discurso na inauguração da nova sede da UGT-OESTE.




Leia também: