FETRACOOP e sindicatos filiados são empossados


[caption id="attachment_1505" align="aligncenter" width="300" caption="Presidente Clair Spanhol Dando as boas vindas na abertura da solenidade"][/caption]

FETRACOOP e sindicatos filiados são empossados

 

Cinco sindicatos de trabalhadores celetistas em cooperativas do Paraná realizaram uma ação até então nunca registrada no mundo sindical. Em cerimônia realizada em Cascavel, na noite de sábado, 23/03, tomaram posse os diretores eleitos dos sindicatos: SINTRASCOOP – Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas Agrícolas, Agropecuárias e Agroindustriais de Cascavel e Região; SITRACOOSP - Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas Agrícolas, Agropecuárias e Agroindustriais da Região Sudoeste do Paraná; SINTRACOOSUL - Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas Agrícolas, Agropecuárias e Agroindustriais da Região Sul do Paraná (filiados à UGT), e do SINTRACOOP - Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas Agrícolas, Agropecuárias e Agroindustriais no Estado do Paraná e SINTRASCOOM - Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas Agrícolas, Agropecuárias e Agroindustriais de Medianeira e Região. Além disso, foi empossada a nova diretoria da FETRACOOP – Federação dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas do Estado do Paraná (filiada à UGT). O evento reuniu mais de 600 convidados, dentre dirigentes sindicais, lideranças políticas e trabalhadores cooperativistas de todas as regiões do estado. A ideia de fazer uma única cerimônia de posse partiu dos diretores da FETRACOOP. “A maioria dos sindicatos são filiados à UGT. Então surgiu essa possibilidade de juntos, mostrarmos a união e a força dos trabalhadores em cooperativas do Paraná”, disse o presidente da FETRACOOP, Clair Spanhol. Sem dúvidas uma festa para ficar na história do sindicalismo brasileiro. “Tenho de confessar que ao longo de minha militância sindical, percorrendo todo País, eu jamais havia presenciado, ou mesmo tive notícia de uma ação como essa”, disse o secretário Nacional da UGT, Canindé Pegado, que esteve no evento representando o presidente nacional da central, Ricardo Patah. Na mesa do cerimonial, além dos presidentes sindicais eleitos estiveram: o secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária do Estado do Paraná, deputado Luiz Cláudio Romanelli, que também representou o governador Beto Richa; do secretário nacional de Relações Institucionais da UGT, companheiro Miguel Salaberry Filho que também representou o deputado federal Roberto Santiago (PSD-SP); do secretário nacional da UGT para Assuntos da Região Sul, Gladir Basso; dos dirigentes da UGT-PARANÁ: Sônia Marchi e Paulo Roberto Morais; dos vereadores e dirigentes da UGT-PARANÁ: Márcio Costa (PRP), Ozéias Souza da Silva (PDT); Adilson Alves Garcia (PDT) e Ivo Ribeiro (PR);  e o vereador Edson anzen de Cafelandia, dos presidentes das regionais da UGT-PARANÁ: Jaime Ferreira dos Santos (UGT LITORAL) e Antonio Vieira Martins (UGT OESTE), Paulo Rossi, presidente da UGT-PARANÁ; João Riedlinger, secretário de Comunicação da UGT-PARANÁ, Mauri Viana Pereira , presidente da FENATRACOOP - Federação Nacional dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas, dos deputados estaduais: André Bueno (PDT) e Adelino Ribeiro (PSL); além dos dirigentes patronais, Valter Pitol, presidente da COPACOL e do SINCOOPAR OESTE, e Jacir Scalve, da COASUL e do SINCOOPAR SUDOESTE. Ao fazer uso da palavra Clair Spanhol, presidente do SINTRASCOOP – Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas Agrícolas, Agropecuárias e Agroindustriais de Cascavel e Região e da FETRACOOP- Federação dos Trabalhadores em Cooperativas do Estado do Paraná (filiados à UGT), lembrou das inúmeras dificuldades de organização sindical que essa categoria enfrentou para chegar a esse grau de maturidade no estado. “Essa cerimônia hoje celebra não apenas a posse desses novos diretores, mas principalmente a luta diária dos tantos companheiros que fazem desses sindicatos referência para os trabalhadores celetistas em cooperativas em todo o Brasil”, disse Spanhol, que também é membro da executiva nacional da UGT. O presidente do SITRACOOSP - Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas Agrícolas, Agropecuárias e Agroindustriais da Região Sudoeste do Paraná (filiado à UGT), José Altair Constantino, ressaltou a confiança que os trabalhadores depositaram na diretoria dos sindicatos nas eleições. “A média dos votos válidos foi de 92%, e isso demonstra que não podemos errar, pois os trabalhadores esperam muito de nós, portanto nossa responsabilidade aumenta neste momento”, disse Constantino, que também integra a executiva da UGT-PARANÁ. Emocionado, o presidente do SINTRACOOSUL - Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas Agrícolas, Agropecuárias e Agroindustriais da Região Sul do Paraná (filiado à UGT), Joel Martins Ribeiro, fez questão de agradecer ao apoio da família ao longo de todos esses anos em que ele e toda a sua diretoria estão à frente da organização dos trabalhadores celetistas em cooperativas. “Hoje, podemos afirmar que o sonho do companheiro Mauri Viana Pereira, se tornou realidade. Os trabalhadores em cooperativas existem como categoria e a cada ano aumentam as nossas conquistas em relação aos benefícios trabalhistas e sociais”, disse Joel, que também é um dos vices-presidentes da UGT-PARANÁ. Para o presidente do SINTRASCOOM - Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas Agrícolas, Agropecuárias e Agroindustriais de Medianeira e Região, Beno Schroder, essa cerimônia consagra a organização sindical dos trabalhadores em cooperativas do estado, mostrando a força e união da categoria. “Mais uma vez os trabalhadores em cooperativas mostram a sua força e união. É assim que estamos caminhando para o fortalecimento dos sindicatos que compõem a FETRACOOP, e temos muito ainda que buscar para nossa categoria, os nossos associados podem contar com todos os nossos diretores nessa busca,”, ressaltou Beno. Representando o presidente nacional da UGT, companheiro Ricardo Patah, o secretário Geral nacional da UGT, Canindé Pegado, falou das relações sindicais entre o capital e trabalho, que devem agir na construção de um país economicamente sadio, respeitando sempre os direitos trabalhistas. Canindé parabenizou o presidente Clair Spanhol e toda a direção da FETRACOOP pela posse coletiva de cinco sindicatos. “Em toda a minha vida sindical não me lembro de ter conhecimento de um evento desse porte. Para nós, da UGT, é uma satisfação enorme em ter a maioria dos sindicatos e da FETRACOOP em nosso quadro de filiados”, disse Canindé, que também fez questão de enaltecer o trabalho desenvolvido por toda a direção da UGT no Paraná. “Dados oficiais do Ministério do Trabalho e Emprego comprovam que a UGT é a maior central sindical no Estado do Paraná, e essa conquista é fruto da união de todas as categorias profissionais, que a cada dia querem construir um sindicalismo cidadão, ético e inovador”, disse Canindé. O presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi, falou das suas origens trabalhistas, pois foi como trabalhador cooperativista que iniciou sua militância sindical, na cooperativa Cotriguaçu, em Paranaguá. “Num tempo onde não tínhamos dinheiro nem mesmo para abastecer o carro em nossas andanças pelo interior do estado e sequer para comer, acreditamos num projeto idealizado pelo companheiro Mauri Viana. Muito Obrigado, Mauri por ter nos feito acreditar que, quando acreditamos num sonho, é possível concretizá-lo. Também, quero agradecer ao apoio efetivo que a UGT vem recebendo de todos os companheiros e companheiras dos sindicatos de trabalhadores em cooperativas do Paraná, pois se hoje somos a maior central sindical no estado e a terceira maior do Brasil, é porque vocês acreditam em nosso trabalho, dando apoio e suporte para as ações da UGT”, falou Rossi. O secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Cláudio Romanelli, lembrou da postura do Estado em ser o mediador das relações entre trabalhadores e empresários, auxiliando nas diversas questões que envolvem os setores produtivos do estado. Romanelli também fez questão de agradecer o apoio que recebeu da UGT e dos sindicatos filiados na elaboração da política de valorização do piso mínimo regional. “Graças ao empenho dos companheiros da FETRACOOP e da UGT, conseguimos instituir o maior piso regional do país. Sem o apoio dos trabalhadores isso não teria sido possível”, declarou o secretário. O presidente nacional da FENATRACOOP, Mauri Viana Pereira, lembrou o começo da organização dos trabalhadores em cooperativas e agradeceu as manifestações de apoio. “Precisamos fazer ainda mais. Os trabalhadores cooperativistas em outras regiões do país precisam saber que aqui no Paraná, onde tudo começou, existem entidades organizadas e fortes que defendem a classe dos trabalhadores celetistas em cooperativas. Somos milhares de trabalhadores espalhados de norte a sul desse enorme Brasil. Cabe a cada um de nós, fazermos a diferença em prol da classe trabalhadora”, finalizou Mauri Viana.   Ao final o anfitrião Clair Spanhol agradeceu a presença de autoridades e trabalhadores em cooperativas de todo o estado representados nesta solenidade de posse”muito obrigado a todos os companheiros que desde o inicio de nossa luta demonstraram uma fidelidade incontestável e hoje já colhemos os frutos destas batalhas, os trabalhadores em cooperativas do Paraná podem ter certeza do nosso compromisso assumido, temos a responsabilidade de buscar qualidade de vida de nossos amigos, e seus familiares” o presidente ainda fez menção aos 20 anos do SINTRACOOP do companheiro Mauri Viana completados recentemente ”anos marcados por muita luta e organização, companheiros valorosos que acreditaram na categoria, parabéns, “ concluiu Spanhol ao final de seu discurso entregando uma placa de homenagem ao presidente Mauri Viana.   [gallery]  



Leia também: