Definido o ROL DE REIVINDICAÇÕES das negociações 2013


[caption id="attachment_1588" align="aligncenter" width="590" caption="o presidente Clair Spanhol acompanhado do diretor Edimilson Trajano com o gerente da unidade de Copacol Jesuítas Dirceu."][/caption]  

reivindicações

Sintrascoop inova mais uma vez O Sintrascoop inovou mais vez, no inicio de 2013 foi realizada a eleição da nova diretoria em uma iniciativa inédita a eleição foi feita de forma itinerante onde urnas foram até os locais de trabalho dos associados e os mesmos puderam participar do processo eleitoral, houve uma grande participação e aceitação por parte dos associados. Agora na aprovação do rol de reivindicações do sindicato para as negociações 2013, praticamente todas as unidades das cooperativas filiadas foram visitadas por diretores e colaboradores do Sintrascoop, “esta foi a maneira que encontramos de levar ao conhecimento de nossos companheiros associados quais seriam as suas as reivindicações e ainda ouvir as necessidades de cada um, conhecemos a realidade da rotina de nossos companheiros, mas é necessário o seu aval para termos ainda mais força na mesa de negociações”, disse Clair Spanhol ao final da assembléia de sábado. Uma assembleia foi realizada no sábado pela manhã na sede do Sintrascoop em cascavel para definir o rol de reivindicações para as negociações em 2013, depois de ouvir os diretores que percorreram as unidades foi definido a pauta para ser protocolada nas cooperativas, Coopavel, Copacol, Cotriguaçu, Coodetec e Coave, que fazem parte da base de atuação do Sintrascoop. Confira abaixo as principais reivindicações:

ROL DE REIVINDICAÇÕES

REAJUSTE SALARIAL – Será reajustado a partir do dia primeiro de junho de dois mil e treze os salários de todos os trabalhadores em cooperativas abrangidos por este instrumento coletivo de trabalho obedecendo o seguinte critério: 100% (cento por cento) do INPC – IBGE acumulado dos últimos doze meses como recuperação  das perdas salariais decorrentes da inflação do período. A título de aumento real de salários será integralizado nos vencimentos dos trabalhadores o equivalente a 50% (cinquenta por cento) do crescimento da cooperativa apurado em 31/12/2012. PISO SALARIAL – A partir do dia primeiro de junho de 2013, o piso para os trabalhadores em cooperativas será de 950,00 (novecentos e cinquenta reais). PLANO DE SAÚDE – A cooperativa custeará 100% (cem por cento) do custo de plano de saúde que comtemple todas as necessidades básicas de atendimento, como consultas, exames laboratoriais, cirurgias, internamentos e demais procedimentos médicos ao titular e seus dependentes. Terá direito a esse benefício todo o associado da entidade sindical que administrará o convenio. VALE TICKTE – Será concedido a todos os trabalhadores em cooperativas independente de faixa salarial. DATA BASE – As partes estabelecem como nova data-base da categoria o dia primeiro de março de 2014. ADICIONAL DE RODIZIO E REVEZAMENTO – Para os trabalhadores que laboram com sistema de rodizio de folgas estes farão jus a 20% (vinte por cento) de acréscimo nos seus vencimentos. SEGURO DE VIDA – Fica a cooperativa obrigada a contratar seguro de vida para todos os trabalhadores efetivos, terceirizados e prestadores de serviços, sem ônus para o trabalhador. Com cobertura mínima de 20.000,00 (vinte mil reais) por morte, perda parcial da capacidade laboral ou invalidez permanente. Paragrafo único – poderá a cooperativa proceder ao desconto em folha de pagamento da diferença das apólices se o trabalhador optar por valor de cobertura maior que os valores constantes na apólice mínima de cobertura. ADICIONAL TEMPO DE SERVIÇO – Fará jus o trabalhador que completar 3 anos de trabalho na Cooperativa o percentual de 10% sobre seus vencimentos. Parágrafo primeiro:Apartir do terceiro ano a cada ano trabalhado fará jus a 3% ao ano. Parágrafo segundo: A fim de equalizar as diferenças para aqueles que já estão na cooperativa a mais de 5 anos  aplicar-se-a  o percentual de 15%. AJUDANTES E COORDENADORES - Será garantida uma diferença mínima de 40% sobre salário da produção para ajudante e 80% para coordenadores. PREMIO QUALIFICAÇÃO - Será bonificado o trabalhador que apresentar certificação de conclusão de curso na ordem de 10% cada. AUXÍLIO CRECHE - Terão direito ao auxilio creche todas as mães que tiverem filhos de até 01 ano de idade no valor de R$ 200.00 (duzentos reais) mensais por filho. Cláusula primeira: Não se compreende nesse direito de auxílio-creche o período de afastamento da empregada da Licença Maternidade e do período de férias. Cláusula segunda: Não se aplica ás cláusulas anteriores às cooperativas que possuem creche ou mantém convênios com as prefeituras ou creches particulares. ADICIONAL DE HORAS EXTRAS - Às horas extras suplementares prestados em dias normais de trabalho será remunerado com acréscimo de 100% (cem por cento) sobre o valor da hora normal, caso não sejam objeto de compensação. Às horas suplementar prestadas em dias de Repouso semanal Remunerado, feriados, será remuneradas com acréscimo de 200% (duzentos por cento) sobre o valor de hora normal, caso não sejam objeto de compensação. Será considerado como horas suplementares às excedentes da carga horária semanal ou mensal contratada.  



Leia também: