Estado libera apoio emergencial para Cafelândia


O presidente do PDT de Cafelândia Clair Spanhol, fez o primeiro contato com as autoridades para reivindicar uma ajuda aos municípios da nossa região, solicitação que foi atendida.

Nesta segunda-feira (16), em encontro com o deputado Estadual Andre Bueno (PDT), o secretário de Agricultura e Abastecimento do Paraná (SEAB), Norberto Ortigara, confirmou a liberação emergencial de R$ 10 mil para a recuperação de 21 quilômetros de estradas rurais de Cafelândia, que foram afetadas com as chuvas ocorridas em junho. Outros R$ 66 mil estão sendo liberados para a compra de calcário, que será utilizado na recuperação das áreas rurais.


Deputado Andre Bueno e Governador Beto Richa, trabalhando por Cafelândia.

Ao todo a SEAB está liberando R$23.965.679,64 para a recuperação de estradas em 286 municípios do Paraná. “Sabemos que as prefeituras precisam de muito mais, no entanto estamos trabalhando com a realidade e este dinheiro precisa ser bem investido para que a população consiga voltar a sua rotina”, disse o deputado Andre Bueno.

Assim como Cafelândia outras 146 cidades decretaram situação de emergência depois das chuvas. “O decreto garante mais agilidade e elimina burocracias para que os prefeitos tenham condições de usar recursos públicos para atenuar a situação da população e tomar providências para recompor os serviços e estruturas dos municípios”, garante o Governador Beto Richa (PSDB). 

AÇÕES – A Secretaria Estadual da Família e Desenvolvimento Social destina R$ 11 milhões para o atendimento às famílias desabrigadas no Estado. O repasse é automático do Fundo Estadual para os municípios, sem a necessidade da realização de convênios.

Pela Secretaria da Saúde foram iberados mais de R$ 5 milhões para as prefeituras. Também foram enviadas vacinas, remédios para gripe e inúmeros outros medicamentos para prevenir doenças comuns após enchentes. 

Para recuperar a atividade econômica o mais rápido possível, nos municípios atingidos pelas chuvas, o governador assinou o Decreto 11334/2014. Com isso, a Fomento Paraná está autorizada a abrir linhas de crédito e a adotar outras medidas para empreendedores formais e informais que tiveram seus estabelecimentos e atividades prejudicadas. 

DEFESA CIVIL - A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Paraná, desde o início das primeiras ocorrências, trabalha na retirada e resgate de pessoas de áreas de risco. O órgão também coordena o atendimento aos atingidos pelas fortes chuvas no encaminhamento de alimentos, roupas, colchões, cobertores, entres outras doações que estão sendo recebidas pela Secretaria da Família e pelo Provopar Estadual. 

A frota aérea do Governo do Estado atua no atendimento às pessoas e no suporte técnico para o pessoal da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. 

AFETADOS - Conforme o boletim da Coordenaria Estadual de proteção e Defesa Civil, divulgado às 12 horas de hoje (16), 594.326 pessoas, de 152 municípios, foram afetadas. Neste número incluem-se não só as que tiveram perda total ou parcial de residências e bens, mas também as atingidas por interrupção de fornecimento de energia, de água, por danos nas lavouras, isolamento e dificuldade de tráfego por prejuízos em estradas.

 

MATÉRIA: Genésio Roecher
POST: Marilene B. Bergamo




Leia também: