Saúde Bucal da Gestante e do Bebê


Sabemos que para garantir a saúde e o desenvolvimento adequado do feto é necessário que a gestante mantenha sua saúde em dia, os cuidados devem ser redobrados nesse período, é importante que a gestante possua uma dieta saudável e variada, não faça uso de drogas ou se automedique.

As visitas ao médico para acompanhamento do pré-natal devem ser periódicas e também ao dentista, pois a manutenção da sua saúde bucal é fundamental.

Estudos nos mostram a relação de partos prematuros com inflamações de gengiva das gestantes, sendo que essas inflamações são comuns, pois são induzidas pelo  aumento da produção hormonal que ocorre nesse período, e as bactérias ali presentes liberam substâncias na corrente sanguínea que na parede uterina podem gerar microcontrações que levam ao parto prematuro.

Portanto essa doença de gengiva ou qualquer outro problema bucal deve ser controlado, o dentista vai orientar a gestante e indicar o melhor período e o tratamento adequado.

 

Amamentação

Muito se tem falado sobre a importância do aleitamento materno e de fato ele garante ao bebê benefícios nutricionais, emocionais, imunitários, e um desenvolvimento adequado.

 Na face temos benefícios específicos, pois a sucção da mamada do peito é a que estimula de maneira mais adequada a formação dos ossos e músculos faciais, além de levá-lo a deglutir e respirar de forma adequada o que garante que o céu da boca se desenvolva com formato correto.

A recomendação é alimentar o bebê exclusivamente  com leite materno até os seis primeiros meses, e continuar a amamentar até o primeiro ano da criança.

Os benefícios continuam pelo tempo que a mãe quiser ou conseguir continuar com o processo de aleitamento.

 

Mamadeira

Deve-se fazer o uso da mamadeira quando não é possível amamentar no peito, é importante que se esgotem todas as possibilidades de oferecer o leite materno, pois a combinação da mamadeira com o aleitamento materno pode levar a confusão de bicos e ao desmame precoce.

Se necessário o uso da mamadeira elas devem possuir tamanho adequado para cada idade e bicos achatados para não atrapalhar a formação da face da criança. É importante que não se aumente o furo do bico da mamadeira para que a sucção seja feita.

Chupeta

Crianças que não fazem a sucção devida na amamentação, ou que possuem algum problema emocional como ansiedade sentem necessidade de sugar.

    Nesses casos indicamos o uso da chupeta ortodôntica para evitar o “dedinho na boca”.

A recomendação é que a chupeta seja oferecida apenas em momentos de tensão até o bebê adormecer ou se acalmar, para que não vire um vício, assim o abandono do hábito acontecerá naturalmente, o ideal é que o abandono da chupeta aconteça antes dos nove meses de idade.

Limpeza da Boca do Bebê

A limpeza da boca do bebê deve ser feita mesmo antes do primeiro dentinho, garantindo a saúde bucal e introduzindo o hábito de higiene oral.

A limpeza deve ser feita com gaze ou uma fraldinha de pano molhada em água filtrada.

Logo que os “dentinhos” aparecerem deve substituir a fralda ou gaze por uma dedeira ou escova dental para bebês, a escovação continua sendo com água filtrada ou creme dental sem flúor até que a criança consiga cuspir (por volta dos quatro anos), a partir de então fazer uso de creme dental infantil com quantidade inferior de flúor que o creme dental para adultos.

A ingestão sistêmica de flúor (engolir creme dental com flúor), no período de um a seis anos de idade, quando os dentes permanentes ainda estão em desenvolvimento, pode levar os mesmos apresentarem fluorose, uma doença caracterizada por manchas brancas ou amareladas, nas superfícies dos dentes.

 

“ Ser mãe é sentir todo o poder do universo dentro do ventre e como um arquiteto ela molda constrói e edifica o bem mais precioso, a vida!”

Dra. Tatiara Martins                                                                                          CRO:24071                                                                                                                     cirurgiã dentista no SINTRASCOOP.




Leia também: