Governo faz audiência pública em Cascavel nesta sexta-feira.


O governo do Estado promove nesta sexta-feira (11) uma audiência pública no Centro de Convenções e Eventos Pedro Luiz Boaretto, em Cascavel, no Oeste do Paraná. O governador Beto Richa participa da audiência, que reunirá a equipe do governo – secretários de Estado e dirigentes de órgãos públicos – com representantes de entidades da sociedade civil e dos municípios da região. Esta é a quarta audiência pública do governo Beto Richa. As anteriores aconteceram em Londrina, Maringá e Guarapuava. O objetivo é dar transparência à gestão pública e aproximar o governo da sociedade, recolhendo sugestões da comunidade e apresentando ações, programas e projetos futuros ou em desenvolvimento para a região. AVANÇOS — Em dez meses, o governo do Estado promoveu melhorias significativas na região de Cascavel. Na área de saúde, o Hospital Universitário recebeu recursos para ativar sete novos leitos de UTI e foram contratados 90 servidores, o que permitiu aumentar a oferta de leitos de internação e na UTI. O HU ainda recebeu um ventilador anestésico no valor de R$ 70 mil, para a hemodinâmica, e passou a receber um repasse mensal de R$ 240 mil, garantido pelos próximos 40 meses (R$ 9,6 milhões), pelo programa HOSPSUS. Também foram pagos R$ 600 mil em restos a pagar não honrados junto a prestadores de serviços de saúde. A 10ª Regional de Saúde recebeu seis veículos novos para ações regionais. Entre as ações futuras está prevista a instalação do primeiro Centro de Tratamento de Dependentes de Álcool e Drogas, em Cascavel, que atenderá jovens de 12 a 25 anos, especialmente usuários de crack, e o SAMU Regional, que está sendo estruturado para atender os 43 municípios abrangidos pelas regionais de Toledo e Cascavel. Na área de infraestrutura, o governo reabriu o porto seco de Cascavel, no pátio da Ferroeste, que foi reestruturado como núcleo do futuro corredor de exportações do Oeste. Por meio de acordo com a concessionária da rodovia BR-277, o governador anunciou o início da duplicação de um trecho de 14 km da rodovia, entre Matelândia e Medianeira, ao custo de R$ 50 milhões. O governo também está apoiando a reabertura do aeroporto de Cascavel, que passa por obras de recapeamento da pista. Os municípios da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) receberam R$ 8 milhões, liberados a fundo perdido, para o programa Recape, da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano. Foram liberados R$ 55 milhões em financiamento para municípios, sendo R$ 9,7 milhões para Cascavel (pavimentação, recape, calçadas e urbanização). Está em fase final a construção da nova linha de transmissão de energia da Copel que vai conectar as subestações de Cascavel e Foz. O investimento é de R$ 90 milhões, para uma extensão de 115 km. A obra é essencial para aumentar a confiabilidade operacional do sistema elétrico do Sul do País, criando uma alternativa para distribuir a energia produzida por Itaipu em caso de emergência. Também estão sendo iniciadas as operações do novo transformador de grande porte na subestação Foz do Chopim (em Cruzeiro do Sul), que garante a ampliação do sistema de transmissão de energia que abastece a região de Cascavel. O investimento é de R$ 6 milhões. O investimento da Sanepar garantido para Cascavel no triênio 2011/2013 soma R$ 6 milhões em água e R$ 45 milhões em esgoto. Outros R$ 22 milhões estão planejados com recursos ainda a serem captados pela Sanepar. Na área da segurança pública, foram contratados 22 investigadores para trabalhar em Cascavel e outros cinco municípios da região e oito profissionais para o IML de Cascavel. Está prevista a construção da sede da 15ª subdivisão policial de Cascavel como modelo de delegacia cidadã. O investimento é de R$ 4 milhões. Até 2013, 100% do sistema de comunicação da Polícia Militar será digitalizado em Cascavel e toda a região de fronteira, parceria entre o Estado e o governo federal. Isso permitirá maior integração entre as forças estaduais e federais. A região receberá 12 módulos móveis até 2014. A sede do comando regional da PM será entregue em 2012. Os benefícios também aparecem na área de educação. Em fevereiro de 2012 será inaugurado em Cascavel o Colégio Estadual Itagiba Fortunatto, com capacidade para atender a 1.470 alunos (ensino fundamental e médio) e investimento de R$ 4 milhões. A área construída é de 4.244 metros quadrados. Também estão em licitação as obras de reforma dos colégios Costa e Silva e Olinda Trufa, com investimento de R$ 1,5 milhão em cada um deles. Foram liberados R$ 247 mil para adequação das redes elétricas de várias escolas da cidade e R$ 1,8 milhão para o transporte escolar em municípios da região — aumento de 117% em relação a 2010. Na área de habitação estão em conclusão 309 moradias na região. Convênios foram assinados para 1.634 unidades urbanas e 465 rurais e outros 2.539 processos de regularização de imóveis. O investimento é de R$ 116 milhões e vai beneficiar 6.296 famílias. Na área de agricultura, o governo do Paraná deu início ao programa de distribuição de calcário para pequenos produtores. São 13 toneladas para atender 13 municípios da região Oeste. Foi iniciado o programa de readequação de estradas rurais, com repasse de R$ 350 mil para Corbélia e outros R$ 350 mil para Diamante do Oeste e estão sendo recuperadas as condições de tráfego em outros cinco municípios. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento está fazendo a organização dos produtores rurais para que participem da venda de merenda para o Programa Nacional de Alimentação Escolar, e também para que se integrem ao Programa de Aquisição de Alimentos, do governo federal. Fonte: Site; Agência de Notícias do Estado do Paraná, (11/11/2011).



Leia também: