Evolução compassada no agronegócio.


O futuro do agronegócio do Paraná está sendo traçado agora, com forte investimento em agroindústrias. São essas apostas que irão definir não só os resultados financeiros do setor, mas também o fôlego da economia estadual como um todo. Maior produtor nacional de grãos, o estado tem potencial para se superar. O Caminhos do Campo mostra hoje, em reportagem especial, que, apesar de as cooperativas paranaenses investirem mais que as de outras regiões, as iniciativas ainda são consideradas um pouco tímidas. Em vez de valor equivalente a 3% do faturamento, as apostas poderiam chegar a 15%. Além disso, a maior parte dos recursos vem de financiamentos. O momento, no entanto, é de apostas, mostram os projetos anunciados no último ano. A tendência é de diversificação e de especialização. Do substrato de cascas de pinus usado no cultivo de tabaco à ração animal de milho e farelo de soja, a meta é agregar valor à produção, gerando impostos, empregos e distribuição de renda. Fonte: Site; Jornal Gazeta do Povo, (22/11/2011).



Leia também: